Minhas três Princesas

Lilypie Kids Birthday tickersLilypie Second Birthday tickers

Pesquisar este blog

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Apresentando nosso bebê

Bom pessoal...

Esse aqui vai ser um Blog diferente. Vai ser escrito por mim (Renata) para ir contando a história do nosso filhote. Claro que o papai vai escrever quando achar que deve, mas ele anda com pouco tempo e não é muito dessas coisas. Ao contrário do outro, que é sobre notícias nossas e onde escrevemos os dois, esse vai funcionar na pratica como uma espécie de diário e scrapbook ao mesmo tempo.

Bom... Não vou saber a data exata mas foi por volta dos dias 12 ou 13 de outubro que tive quase certeza da gravidez. Comecei a notar algumas mudanças no meu corpo que já me eram familiares do ano passado e já estava com uma semana de atraso. Resolvemos então ir comprar um exame para que eu fizesse e tivéssemos a confirmação.

No meio da madrugada acordei ansiosa e não agüentei... levantei e fiz o exame mais ou menos às 3 da manhã. Quando vi as fitinhas ficando coloridas no papel uma alegria imensa me invadiu... mesmo um pouquinho antes do planejado teríamos nosso tão sonhado filhote.

Mas ainda ficamos ressabiados devido a tudo que já passamos. Por isso evitamos contar às outras pessoas, inclusive famílias, antes de verificarmos se estava tudo bem. Por ironia do destino, eu já tinha uma consulta marcada pois havíamos decidido que eu ia ver se estava tudo bem para tentarmos ter um bebê no ano que vem e eu tinha que levar os resultados dos exames.

Então eu fui e marquei a 1º ultrassonografia, para a qual fomos juntos. Estávamos bem apreensivos. Infelizmente não foi possível ver o bebê, apenas o saco gestacional (que vai ser a bolsa) e a vesícula vitelínica (que alimenta o bebê até a placenta se formar). Parecia o replay de um pesadelo. O médico pediu que voltássemos uma semana mais tarde para tentar de novo.

Quando voltamos eu mal podia respirar... estava muito nervosa. Já tinha passado metade da noite acordada. Quando o exame começou e eu não via nada na tela... começou a me faltar o ar e parei de olhar para a televisão. O Marlon estava apertando forte a minha mão. Aí... começamos a ouvir o barulhinho. O barulhinho mais lindo que eu já ouvi na vida! O coração do meu filho batendo!!!!!!!!! E logo depois o vimos:





Pelas medidas estava tudo na mais perfeita ordem. Ficamos muito felizes, como vocês podem imaginar. Mas ainda mantivemos segredo para esperar mos a fase crítica da gestação. Agora... com 10 semanas, quando o risco de abortos por má-formação é quase nulo, resolvemos tornar pública nossa felicidade....


Por hoje é isso... aos poucos vamos contando essa história!


Beijocas

Nenhum comentário: