Minhas três Princesas

Lilypie Kids Birthday tickersLilypie Second Birthday tickers

Pesquisar este blog

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Nada de lanchinhos para as gêmeas


Oi gente

Hoje vim contar uma coisa que acontece aqui em casa em dose dupla e que nunca vi acontecer. As gêmeas não lancham! Quando comecei a introduzir a alimentação para elas, elas comiam uma banana cada um e tomavam uns 200 mL de suquinho cada.

Depois que engrenaram na papinha salgada, aboliram as frutas e os sucos de vez. Não aceitam a mamadeira de forma alguma e as frutas ficam rolando na boca até serem cuspidas para fora.

Tenho oferecido todos os dias essa semana e vou continuar assim. Hoje tentei o abacate pois não é tão doce e pensei que poderia ir mais fácil mas, NADA!

Não sei o que mais fazer... nunca vi criança rejeitar banana - kkkkkkkkkkkkkkk.

Beijos

sábado, 23 de abril de 2011

Será que a tecnologia chega lá?

Oi gente

Acabei de dar uma mamada deliciosa para minhas pequeninas. Nós fomos jantar fora e elas estavam mortinhas de sono. Sabe aquela mamada quando a criança dá goles enormes e você sente seus seios jorrarem leite até que ela cai num sono tão gostoso que nem acorda durante a troca da fralda. A Iris só abriu os olhinhos para dar um sorrisinho bêbado lindo!

Então fiquei pensando no desmame delas e de como seria bom se pudéssemos gravar sensações como podemos gravar sons e imagens. Já pensaram como seria bom"filmar" uma mamada dessa e 20 anos depois ainda poder lembrar como quem vê uma foto? Sentar em frente a um computador e estimular seu cérebro de forma a sentir a criança em seus braços, sugando o seio, o leite descendo... enfim, toda a sensação mágica de tirar alimento de nosso próprio corpo para o ser que mais amamos no mundo.



E pensem nas implicações... os papais poderiam sentir tudo isso também. O Marlon vive me perguntando como é e diz: deve ser muito bom, né? Já assim ele poderia sentir tudo. Claro que deixaria de ser um privilégio nosso mas é uma sensação tão boa que eu não me importaria em dividí-la. Aliás, talvez o mundo fosse melhor se todos soubessem como é grande o sentimento de amor nessas horas.

Tão grande, que todo o resto parece minúsculo

Boa Noite

terça-feira, 19 de abril de 2011

Desmamar, já?

Ai gente... rapidinho... cheguei do ortopedista e vou para a pediatra. COnversando sobre meu joelho e a coluna o médico me falou que amamentando fica impossível tratar. Falou bem na boa e perguntou até quando eu queria manter.

A dor no seio também está beirando o insuportável diariamente.

Não consigo pensar em não amamentar mais.... o Marlon acha que é só por elas e me diz que eu já fiz mais do que qualquer mãe de gêmeos que ele tenha visto. que tenho que cuidar de mim... mas e eu? Estou bem triste...

Vou saindo para conversar com a dra. Iara... com a Helena foi mais fácil... eu sabia que teria outro filho para amamentar... mas e agora?

domingo, 17 de abril de 2011

Botando a conversa em dia

Oi gente Andei meio fora do ar pois tinha muita coisa para fazer e andei me sentindo mal de novo essa semana, com muita dor. Mas, hoje voltei e vou contar as novas. Esta semana a Flora sentou! Olha aí o registro... Flora na primeira vez que sentou

Helena gostou da nova amiga de brincadeiras

Flora também gostou da nova visão do mundo
Além disso, foi semana de fazer papinhas. Desta vez fiz 8 tipos e entupi o freezer. Cada uma leva um tipo de carne e uns tr~es legumes, além de um óleo, arroz ou macarrão e farinha de centeio ou trigo integral. Elas adoraram e devoram um pote de 600 mL cheio sem descansar!
Dia de fazer papinhas coloridas. Bonito né?

Fazendo molecagem

Rindo da molecagem da Flora Hoje, no entanto, está todo mundo bichado aqui. Flora ontem à tarde vomitou o almoço e a mamada da tarde todas. aí liguei para a médica pois ela continuava com ânsia mesmo sem nada para colocar para fora. Então a Dra. Iara receitou o Dramin gotas. Na mamada da noite a Iris teve ânsia e já dei o dramin também. Helena foi dormir ontem com 38° C de febre e passou o dia todo com febre baixa a base de tylenol. Iris só ficou febril. Vamos ver se amanhã estão todas melhor. Beijos
Posted by Picasa

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Blogagem coletiva - Maternidade Real

O Direito de Surtar

Oi gente.. hoje eu vim aqui para falar de um direito que deveria ser garantido a nós mães, na Constituição:

"Toda mãe de criança pequena tem direito a surto nervoso, pelo menos uma vez por semestre, sem qualquer tipo de ônus, represália, olhares tortos ou julgamentos"

Fala sério! A gente carrega as crianças no ventre por 9 meses (às vezes um pouco menos), pári, fica toda torta uns dias, amamenta, fica com o peito machucado morrendo de dor, carrega a criança para tudo que é lado e fica com dor nas costas, acorda a noite toda nos primeiros meses e fica feito zumbi. Ainda tem que dar conta da casa, do marido e todo o resto.

Aí vai a história do meu surto

Há 4 anos, nos mudamos para Cuiabá por causa do trabalho do Marlon. Vim animadíssima! Se a gente gostar faz a vida por lá mesmo... Bom, o clima é péssimo, o trânsito caótico, o povo toca fogo em tudo, não tem nada por perto, os serviços sofríveis e a educação marcou de vir só em 2014 (quando vai ter a copa aqui). Mas a gente ia levando e já até me acostumei (não o suficiente para desistir de mudar).
Então tive a Helena e coloquei na escolinha com 1 aninho porque minha empregada estava me roubando e tive que demitir.

De lá para cá... empregadas vêm e vão a ninguém pára. "meu marido não quer que eu trabalhe mais" "mas eu tenho que pegar ônibus pra vir aqui" "não posso ficar depois das 14:00" "Fico muito cansada", etc

Então, grávida da Iris e da Flora, fiquei de repouso. Como não achava ninguém para ajudar, trouxe a irmãzinha do Marlon para ficar comigo (o rolo é grande e ela tinha saído de casa com 17 anos). Fiquei de cama 3 meses, sendo que no último eu não podia nem ir para meu quarto (2o piso). Quando nasceram, as prematuras ficaram na UTI 15 dias e eu indo tirar leite, amamentar, correndo em casa para ver Helena que chorava sem parar.

Quando cheguei em casa, Bruna (a irmãzinha) tava com rotavírus. Me tranquei com as meninas no quarto até passar.

Quando elas tinham 2 meses, Bruna pegou catapora e passou para as 3! E eu tinha aceitado um emprego temporário de 20 dias. Eram toneladas de remédios. Iris pegou uma infecção secundária e chegou a ficar com os dedinhos roxos. Quando a catapora estava acabando, veio outra bomba... Bruna estava grávida do namorado! E com descolamento de placenta, de repouso.

Resultado: eu, sem empregada, com três filhas doentes e a ajudante de repouso.

Calma! Ainda não surtei.... ficava me lembrando que tinha 3 filhas para cuidar.

Depois disso, Iris teve que ser operada do hemangioma.... Depois, acabaram os problemas de saúde, mas não o meu cansaço.

Segui procurando ajuda sem encontrar e o cansaço em crescente. Há cerca de um mês passei uma semana procurando empregadas/diaristas. No dia em que a 5a marcou e não apareceu, começou meu surto...

Eu gritava: Eu quero sair de Cuiabá, Eu quero sair de Cuiabá, Eu quero sair de Cuiabá!!!!!!!!!!!!!!!!! E o Marlon "Rê, não adianta surtar"

O QUÊ?????? ADIANTA SIM!!!!!!!!!!!!!!!!!! EU PRECISO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! TODO MUNDO FICA DOENTE, TODO MUNDO CHORA, TODO MUNDO GRITA!!!!!!!!!!!!!!!!!!

EU TAMBÉM QUERO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Me fechei na cozinha e comecei a abrir e bater as portas dos armários, dando gritos para acompanhar.

Depois de uns 10 minutos, me recompus, e voltei a ser mãe, calma e tranquila.... mas quero meu direito a surto garantido.... todo mundo precisa, até as mamães....

Meu único cuidado é que Helena esteja longe para não se assustar com o MONSTRO!

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Molecagem de artistas.... e vídeo das gêmeas

Bom gente...

Hoje vamos começar contando a idéia de girico que a Helena e o Bruno (amiguinho dela) tiveram ontem. Começaram a brincar e nós nos distraimos. Então eles subiram as escadas e eu não liguei porque a Helena costuma ir brincar no quarto dela.

Quando a Flávia viu (mãe do Bruno), ele estava com algo escuro nas mãos. Ela perguntou e ele se recusava a falar o que era. Quando ela viu, ele estava com tinta na mão. Subi correndo e encontrei a Helena com cara de assustada (deve ter sido de ouvir minha corrida pela escada) com a mão toda preta de uma tinta dela que estava guardada e a parede do quarto, do corredor e da escada todas pintadas. Peguei ela e levei para a Flávia, que estava lavando a mão do Bruno e subi para limpar. Agora me arrependo de não ter fotografado a estripulia mas, na hora fiquei atordoada demais.

Eu e o João (pai do Bruno), subimos com paninhos e conseguimos tirar tudo. Até no berço da Flora tinha tinta. Mas a tinta da parede é lavável (Graças a DEus) e conseguimos não deixar vestígios.

Castigo? Além dos tradicionais 2 min, ela almoçou e foi direto para a cama (quando o Bruno vem, normalmente permito que ela enforque o cochilo para brincar) onde conversei, falei que era muito feio aquilo, que se ela quisesse pintar, tinha que me pedir papel, etc...

Quando acordou, pediu desculpas e falou "eu num vô mais pintá na parede com os meus dedinhos"... fofa, né?

O videozinho é de agora de manhã... as molecas estavam assanhadas.

sábado, 2 de abril de 2011

Comer dormindo é possível!

Oi gente

Estou postando esse vídeo que é uma gracinha. Helena chegou ontem da escola acabada mas disse que queria comer antes de dormir. Então, colocamos ela na cadeirinha. Ela começou a comer e os olhos a fechar. Ela pediu ajuda para comer e comecei a dar a ela.




O segundo vídeo marca a primeira vez que a Flora ficou de pé se segurando sozinha. E a Iris fica tossindo para "conversar"... muito engraçada...


sexta-feira, 1 de abril de 2011

Brincadeira linda e episódio escatológico




Olá pessoal... 

Aí tem um videozinho das minhas princesinhas brincando sozinhas... uma graça. Elas se distraem uma com a outra e eu acho uma fofura!

Mas nem tudo são flores. Ontem depois do almoço coloquei as meninas para cochilar, como sempre. Quando eu estava lavando uma louça, ouvi um choro na babá eletrônica. Pensei "só vou terminar isso aqui e já vou lá". 

Que idéia! quando finalmente subi, descocri que a Flora tinha conseguido abrir a fralda e pegar o cocô com as duas mãos e espalhar por TUDO! Peguei-a e dei-lhe um banho. Então dei de mamar para as duas (tava na hora) e então resolvi enfrentar a nojeira mas, antes tirei uma foto... tenho confiança de que um dia vou rir muito e mostrar para ela o que ela aprontou comigo.

Aliás, a Flora é especialista... desde a incubadora ela resolvia fazer cocô em cima de todo mundo! E agora está profissionalizando - hehehehe

Bom... não houve dano permanente... desinfectei o berço tirei lençol e mosquiteiro (sim... o mosquiteiro também estava cagado! E tudo bem... mas as duas foram dormir de shortinhos para não abrirem mais as fraldas e isso agora virou regra.

E para fechar, pouco antes do episódio, mamãe flagrou com a câmera, a primeira vez que a Flora conseguiu se segurar em pé sozinha. E a Iris, fazendo bagunça com a irmã. Quando ela tosse, está conversando... ela faz isso para chamar atenção da gente... é muito gostoso.



E a Helena? Vou ver se hoje filmo ela cantando a música do palhaçinho que aprendeu na escola... uma coisa gostosíssima!