Minhas três Princesas

Lilypie Kids Birthday tickersLilypie Second Birthday tickers

Pesquisar este blog

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Diário de uma viagem com três crianças pequenas - Intro

Oi gente

A partir de agora, todas as vezes que vocês virem  este título, a postagem será sobre a aventura de viajar por 4.700 Km de carro com uma criança de 2 anos e meio e duas de 6 meses. Pretendo fazer um diário detalhado e, se possível escrever todos os dias. Ainda faltam duas semanas para a viagem mas, já estou em faze de planejamento intensivo já que tenho pouco tempo.

Por enquanto encontrei o toodledo que é um site no qual podemos fazer listas do que precisamos fazer. Já tenho várias:

  1. tarefas a realizar para a viagem
  2. o que não esquecer de colocar nas malas
  3. mala da viagem
  4. lanchinhos

Para explicar a questão de duas listas de malas é o seguinte. Na viagem, obviamente pararemos para dormir. Para evitar que tenhamos que retirar tudo do carro todas as vezes, farei uma mala para uns 4 ou 5 dias (a mala da viagem) e quando pararmos só tirarei esta do carro, evitando muito transtorno.

Também comprarei brinquedinhos baratinhos e pequenos para fazer sacolinhas (como as lembrancinhas de aniversário) para distrair a Helena e compramos um DVD para o carro. Para lanchinhos, estou estocando em bolachinhas integrais, uvas passas, frutas e suquinhos de soja sem açúcar. Também vou cortar queijo em palitinhos e fazer sanduichinhos de bisnaguinha.

Outra preocupação é que as meninas vão começar a tomar sucos e comer logo que chegarmos a Floripa, então ontem eu corri na loja e comprei copos, pratinhos, colheres e roupinhas (que estão no limite). Comprei também copos novos para a Helena pois as válvulas dos dela estavam horrorosos.

Agora estou a procura de uma caixa térmica para levar os lanches e o leite (a Helena não gosta do leite em pó de jeito nenhum).

Bom... por enquanto, é isso... depois vou postando fotos da preparação e empacotamento das coisas - hehehehe






 Agora vai uma fotinho de como o carro fica cheio com as crianças


E essa com meu irmão e cunhada no lugar das malas (sugestivo, né?)

beijos

domingo, 19 de dezembro de 2010

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Preparação psicológica!



Oi gente!!!!

Tô aqui dando de mamá para a Iris e pensando que mês que vem elas já vão começar a se alimentar com comidinhas. Isso mesmo! Ontem elas fizeram 5 meses e tivemos consultinha com a Dra. Iara.

Graças a Deus que estão as duas bem saudáveis. A Iris deu uma super esticada de 3 cm e alcançou a Flora no tamanho e também engordou mais que a irmã, mesmo com a cirurgia. Ou seja, a pequeninha está correndo atrás do tempo perdido. Aproveitei para perguntar se iríamos comerçar a entrar com alimentação mês que vem ou se ia esperar a idade corrigida delas. A Dra. acha melhor começar mês que vem mesmo.

Aí essa noite me peguei pensando... por um lado vai ser ótimo para mim já que vai me poupar muito tempo e permitir que outras pessoas me ajudem. hoje eu gasto mais ou menos 6 horas por dia amamentando. Reduzir isso pela metade é um alívio e vai me dar bem mais liberdade. Mas e depois? Vou ter que me preparar para a idéia de desmamá-las daqui a mais uns seis meses, como fiz com a Helena. Não vai ser fácil.

Com a Helena eu tinha em mente que queria engravidar de novo e que mais cedo ou mais tarde passaria por isso novamente. Agora é diferente... embora eu não esteja convencida do encerramento da fábrica, pensando fria e economicamente, acho pouco provável que tenhamos mais um (ou uns).

Portanto, começo a ver que minha vida com bebezinhos tem seus dias contados, assim como a amamentação que é um vínculo tão gostoso, um momento tão único.

O tempo passa mesmo muito rápido, né?

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Val e Gui: Post-presente Amigo Secreto da Jú


Oi gente

Hoje eu vim para dar o presente do amigo secreto do blog da Jú para uma grande amiga.
Fiquei muito feliz quando vi que tirei a Val. Acontece que nos conhecemos há uns 3 anos, desde que ela estava grávida do Gui e eu da Helena. Conversamos muito sobre muitas coisas, mas principalmente filhos e dietas - hehehehehehe.

A Val é uma pessoa encantadora e uma mãe super dedicada. Tudo bem que às vezes ela é um pouco leoa... tanto que ficou indignada com  mãe porque tirou a blusa apertada do filhote quando ele ersa pequenino e deixou um "vergão", ficou braba com a médica que mandou botar leite na comida do Gui quando ele não queria tomar mamadeira e tantas outras situações que ela contou e eu li.

Partilhamos muitas angústias. Lembro de ficar olhando o blog dela todos os dias no final da gravidez para ver se o Gui já tinha nascido. De aguardar a decisão difícil de ficar ou deixar o emprego para cuidar do pequeno, e tantos outros dilemas que nós mães enfrentamos.

Mas ela também não perde a chance de comemorar com entusiasmo cada passinho que seu filhote dá na caminhada para se tornar um homenzinho e divide tudo conosco.

E o garotinho cresce saudável, feliz e lindo!

Eu ADORO o blog dela. Agora já não comento tanto pois estou sempre trocando fraldas, amamentando ou correndo atrás da Helena, mas sempre que posso dou uma corridinha lá e leio todos os novos posts para me atualizar nas histórias dessa família tão querida!

Um beijão Val. Espero poder contunuar acompanhando sua história e contando com seu apoio por muitos anos ainda. Adorei tirar você!

A agora aí vão as indicações dos livros:
Para a mamãe: A cidade do sol (chorei horrores - kkkkkkkkkk)
Para o filhote: O maior brejo do mundo (a Helena adora o sapinho)

Pra quem não conhece ainda, aí vai o link do blog da Val e do Gui
http://esbelta-novafase.blogspot.com/

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Helena "passou de ano"

Ontem eu fui na reunião da escolinha da Helena para pegar a avaliação dela do semestre e conversar com a professora sobre o ano que vem.

Ela me falou que antes estava com a intenção de manter a Helena no maternal para que ela fosse a mais velha da turma e ajudasse a professora pois a criança mais velha tem uma série de responsabilidades a mais. No entanto, Helena depois que se acostumou com as irmãs, ficou muito independente e já não precisa de ajuda para quase nada. Ela se veste e calça sozinha, pega seu copinho e se serve de água. Quando vai ao banheiro, tira a roupinha, coloca um banquinho para alcançar o vaso, senta, se ajeita e faz seu xixi ou cocô. Aí precisa de ajuda para se limpar. Depois, desce do vaso sozinha, coloca a roupa, dá a descarga, lava a mão e apaga a luz do banheiro sozinha.

Ou seja, a professora acha que ela está mais que pronta para partir para o Jardim de Infância. Lá o jardim é diferente. Eles colocam juntas as crianças de todas as idades (até 6 anos) para conviverem. Achei bem interessante pois Helena já brinca com crianças bem mais velhas aqui no condomínio e se dá super bem! Ela também terá aulas de música, trava-linguas, passeios, acampamentos, noites na escola, etc. Achei super legal!

Então concordei e Helena passou de ano!
Um exemplo de como nunca é cedo demais para ajudar. Estimulamos sempre a Helena a participar das tarefas da casa. No banquinho ela ajuda a secar louça (leia-se potes, pratos e copos plásticos e colheres). E fica danada se acaba o serviço e ela fica sem ter o que fazer.

Agora deixa eu ir que é hora de colocar o peito pra fora por aqui!

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Dormindo a noite toda

Oi gente

Vim registrar um fato histórico na vida de todo mundo que tem bebê pequeno. A primeira noite que a gente passa sem precisar se levantar nenhuma vez.

Ainda não dormi a noite toda. Afinal, elas ainda deram umas resmungadinhas e eu ficava então prestando atenção. É que o problema de se ter gêmeos e colocá-los no mesmo quarto, é que quando uma acorda e começa a chorar, acaba acordando a outra. Então, eu mantenho um cercadinho no escritório. No começo, tinha que colocar uma para dormir em cada canto pois elas choravam muito para pegar no sono, uma vez que uma ficava ouvindo a outra. Agora, eu coloco uma para dormir, o que leva aproximadamente uns 5 minutos (não de choro, mas para pegar bem no sono). Depois coloco a outra que também dá sua resmungadinha e vai dormir.

A Flora já vinha dormindo a noite toda bem lindinha. Já a Iris com a dor do hemangioma e depois os pontos da cirurgia, teve um pouco mais de mordomia. Esta semana eu já tinha cortado a mamada da noite dela, mas ainda assim ela estava acordando, primeiro às 3h, depois às 4h e depois às 5h. Todas essas noites eu acabava tendo que levantar pois a Flora começava a acordar. Então, eu colocava a Iris no cercadinho no escritório e, em cinco minutos as duas voltavam a dormir.

Esta noite, no entanto, eu acordei umas três vezes com resmungadas na babá eletrônica. Como sempre, fiquei aguardando a coisa virar choro para tomar alguma atitude. E isso não aconteceu!!!  Elas simplesmente voltaram a dormir. E eu também.

Agora, se você quer colocar o mesmo método em prática ou conhece alguém que precisa de ajuda, dê uma olhada aí: